Vídeos mostram momento que jovem é jogado para fora do carro em “Cavalo de pau”

O que era para ser uma diversão acabou resultando em uma morte na tarde deste domingo(29), na cidade de Santana do Ipanema. Robson de Souza Silva, de 32 anos, morreu depois que o veículo em que vinha como carona, uma camionete Toyota Hilux, placa KKO 0011 (Recife), capotou devido à prática do chamado cavalo de pau.

De acordo com testemunhas Robson, foi arremessado para fora do veículo vindo a bater várias vezes com a cabeça no chão.

Segundo curiosos, a pratica do cavalo de pau, já vem acontecendo há três semanas, e isso se dá porque muitos motoristas vão ao local para treinar, visando a tradicional Festa da Juventude, que acontece no município sertanejo no mês de julho, onde o cavalo de pau é praticado com anuência das autoridades locais.

Segundo conseguiu levantar a Polícia Militar, que esteve no local instantes após o acidente, a vítima residia na cidade de Jacaré dos Homens. O condutor da camionete fugiu do local.

O IML foi chamado para recolher o corpo, até a cidade de Arapiraca, onde fará a necropsia e liberação em seguida para sepultamento.

VÍDEO

O vídeo do acidente que vitimou fatalmente Robson de Souza Silva, de 32 anos, na tarde deste domingo (29), em de Santana do Ipanema, já circula na internet. No site Youtube pode-se ver o momento em que a Hilux de cor prata e placa KKO-0011 / Recife, faz a manobra para o cavalo de pau e capota.

A cena mostra o exato momento em que Robson é atirado para fora do carro, sendo jogado alguns metros depois. O condutor do veículo que não teve o nome revelado, mas que segundo informações também é de Jacaré dos Homens, aparece no vídeo saindo pelo vidro traseiro do automóvel, segundo depois da capotagem.

Segundo informações, cerca de 300 pessoas assistiam aos “treinos” dos carros para a disputa de cavalo de pau que acontece todos os anos no mês de julho durante a Festa da Juventude, em Santana do Ipanema. Um celta já havia capotado no período da manhã, como contou um das testemunhas que estava no local.

“Foi um susto muito grande. Não sei como vou conseguir dormir. Na hora do acidente, todos correram para ajudar, mas quando viram que o rapaz estava morto, foram todos embora. Logo mais cedo, um celta tinha virado, mas não aconteceu nada de grave”, falou a testemunha.