Testemunha de Ação contra Vilela é presa por falso testemunho em audiência no TRE

Pleno do TRE (Foto: Site do PPS - Fabiano Sarmento)
Pleno do TRE (Foto: Site do PPS - Fabiano Sarmento)

Durante uma audiência, na tarde desta quinta-feira (16), no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), uma testemunha foi presa por falso testemunho. O processo é relativo a uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) movida por Ronaldo Lessa contra o governador Teotônio Vilela.

Adriano Bulhões Santos, testemunha de acusação no processo, foi preso por agentes da Polícia Federal por determinação do juiz Manoel Cavalcante. “Os policiais foram acionados e o conduziram à sede da PF”, confirmou o magistrado à reportagem do CadaMinuto.

O caso

No dia 31 de dezembro do ano passado, no segundo turno das eleições, uma das coordenadoras de campanha do PSDB foi conduzida à sede da Polícia Federal. Agentes da PF encontraram cerca de R$ 20 mil com a mulher, que estava no bairro do Bebedouro quando foi abordada pelos policiais. À época, a assessoria da Coligação Frente pelo Bem de Alagoas informou que o dinheiro serviria para o pagamento de fiscais.