Licitação da BR-316 é suspensa e canapienses ameaçam realizar novo protesto

Manifestantes na BR 423 no Povoado carié em Canapi (Foto: Juvenal Silva)
Manifestantes na BR 423 no Povoado carié em Canapi (Foto: Juvenal Silva)

Estava prevista para esta quinta feira (7) a publicação do edital de licitação das obras da BR-316, trecho entre Canapi (AL) e Inajá (PE). Mas o governo federal suspendeu no país todas as licitações do Ministério dos Transportes devido às inúmeras denuncias de corrupção no setor.

 

Segundo informações da assessoria do Ministério as licitações serão reabertas em até 30 dias.

 

A decisão frustrou os canapienses que realizou no dia 9 de Junho um protesto bloqueando as BR-423 e BR-316 no Povoado Carié em Canapi. Os manifestantes cobravam mais agilidade no processo de licitação e uma reunião para divulgação do início das obras da Rodovia.

 

Novo protesto

 

Segundo o conselheiro Tutelar Márcio Martins a população canapiense está decidida a realizar um novo protesto caso o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT-AL) não cumpra o acordo que foi feito durante o primeiro protesto.

 

O acordo é promover no prazo de 45 dias a realização de uma audiência pública, informando o nome da empresa vencedora da licitação e a data de inicio da obra.

 

Segundo a comissão organizadora do manifesto, a população decidiu esperar mais 30 dias além do prazo, devido à suspensão ser de nível nacional. Mas alerta que após este período, caso não sejam atendidos voltarão a protestar.

 

Veja vídeo sobre primeiro protesto