Direito de Resposta: Presidente do Sindicato dos Servidores de Inhapi responde denúncias

A presidente do Sindicato dos Servidores de Inhapi (SISPI) Lídia Rodrigues dos Prazeres procurou o Inhapi Informes para responder as denúncias de que estaria fazendo manobra política através do sindicato para atacar o governo municipal.

 

Para Lídia Rodrigues a entidade não sustenta qualquer iniciativa política partidária em suas ações e independente da escolha de cada associado à única intenção defendida na reivindicação é garantir seus direitos trabalhistas.

 

A sindicalista retruca outra acusação e diz que nunca se intitulou presidente do SISPI sem que assim fosse. “Quem me acusou não observou que nós apenas não estávamos com o CNPJ em dias, mas minha eleição para o cargo estava legal.” Disse.

 

Quanto à presença do sindicalista José Cícero Vieira e a ex-secretária de educação Cristina Costa ao evento, Lídia afirma que desde que eles não tenham candidatura registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e não usem o movimento para tal fim não existe “política” por parte deles ou da manifestação, considerando também que qualquer pessoa poderia participar inclusive governista.

 

Cobrança

 

A categoria cobra o reajuste salarial dos professores baseado no Plano de Cargos e Carreira (PCC), a quitação do qüinqüênio para concursados e uma data base para recebimentos de seus proventos.

 

Diálogo

 

Segundo Lídia o sindicato ainda não representou o município junto ao ministério público, apenas enviou ofício para o promotor solicitando que ele acompanhasse o caso. Contudo, o documento apenas buscava um diálogo com o prefeito que se pronunciou através de seu procurador.

 

Nova manifestação

 

O Sindicato organiza uma nova manifestação para esta quarta feira (21) e vão novamente a Câmara de Vereadores exigirem dos edis uma resposta quanto à situação. A categoria conta com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outros órgãos representativos.

 

Segundo Lídia o indicativo para greve foi votado e aprovado na última quarta feira (14) em assembléia geral, caso não se tenha um acordo nesta quarta feira (21) a paralisação será deflagrada.

 

Acúmulo de funções

 

A presidente respondeu que o requerimento do vereador Beto Malta sobre acúmulo de funções é ignorante e desinformado. Segundo Lídia só se configura acúmulo de funções quando um trabalhador tem de executar tarefas que não se relaciona com o cargo constante na sua carteira de trabalho, além das tarefas rotineiras de sua profissão, o que não seria seu caso que fica de plantão no Conselho Tutelar 16 h semanais, no fórum ela explica que está cedida pela prefeitura municipal e não recebe nada para tal atividade, além do salário de professora. Já o cargo de presidente, segundo Lídia não é renumerado e não interfere em suas outras funções.

 

A sindicalista dispara e diz que o Edil deveria investigar outros funcionários que podem está de fato acumulando funções. “Se eu estava irregular, por que somente viram isso agora?” Indaga.

 

7 thoughts on “Direito de Resposta: Presidente do Sindicato dos Servidores de Inhapi responde denúncias

  • 20/09/2011 em 18:13
    Permalink

    junior o que é ser humilde é dá comendo lavagem do “PODEROSOS” ? Vc fala isso por que seu coxo de lavagem tá cheio.

Fechado para comentários.