Com muitas falhas na defesa, ASA sofre nova goleada na série B

Diniz e Guto implodiram o ASA no Serra Dourada (Foto: Carlsos Costa)
Diniz e Guto implodiram o ASA no Serra Dourada (Foto: Carlsos Costa)

noite poderia ter sido bem melhor para o ASA. O time alvinegro esteve praticamente todo o tempo atrás do placar, mas sempre jogando de igual para igual com o Goiás, tendo criado inclusive, mais chances de gol. Porém, as chances não se refletiram no placar e o Goiás aproveitou todas as chances, conseguindo aplicar um placar de 4 a 1, que não disse como foi o jogo, sobre o time de Arapiraca..

O JOGO – 1º TEMPO

Com a série B apenas no começo e campanhas semelhantes nas duas primeiras rodadas, Goiás e Asa entraram em campo em busca da vitória, para acompanhar os líderes do campeonato.

Jogando em casa, com a presença da torcida atendendo ao chamado da diretoria, que colocou os ingressos ao preço de R$ 1, o Goiás logo partiu para cima do time alvinegro e não demorou a abrir o placar.

GOOOOLLLL DO GOIÁS! Aos 7 minutos, após jogada insistente de Oziel, que cruzou na área, o atacante Guto, surgiu entre os zagueiros e praticamente se jogou na bola, para de peixinho abrir o placar para o time esmeraldino. Goiás 1 x 0 ASA.

O gol sofrido no início da partida poderia ser um “banho da água fria” nas pretensões do ASA na partida. No entanto, o alvinegro se mostrou confiante e buscava o ataque a todo instante. Uma das chances do alvinegro surgiu após uma cobrança de falta, que sobrou para o zagueiro Thiago Alves que mandou por cima do gol.

Sentindo o bom momento do ASA na partida, o técnico Vica promoveu a entrada do meia Vitinha no lugar do volante Galiardo. A substituição surtiu efeito, uma vez, que o time ficou ainda mais ofensivo dentro do jogo.

O Goiás por sua vez, também sentiu a melhora do ASA na partida e resolveu reorganizar o seu sistema defensivo, fazendo com que a partida caísse de produção de forma assustadora.

Mesmo perdendo, o ASA era melhor na primeira etapa e buscava de qualquer maneira o empate. Com o fim do primeiro tempo chegando o time do técnico Vica pressionou o Goiás. Alexsandro, Marcelo Costa e Vitinha tentaram, mas pararam no goleiro Pedro Henrique.

A melhor chance do ASA ficou por conta do seu melhor jogador em campo. Didira entrou na área e tocou por cobertura, sem chances para o goleiro esmeraldino, mas o zagueiro Ernando tirou a bola em cima da linha.

Aos 47 minutos o árbitro encerrou a primeira etapa, com vitória parcial do Goiás por 1 a 0 sobre o ASA.

2º – TEMPO

O segundo tempo começou e o ASA continuava buscando o empate, e até chegou a marcar, mas em um lance polêmico. Sérgio Bueno chutou forte, e após bate e rebate, Didira empurrou para as redes, mas o assistente apontou e o árbitro, de forma errada, assinalou o impedimento. O atacante Alexsandro, que participou da jogada, estava na mesma linha do defensor do Goiás.

GOOOOLLLL DO GOIÁS! Como castigo o ASA sofreu o segundo gol na sequência da rodada. Diniz recebeu a bola, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Tutti, que nada pôde fazer. Goiás 2 x 0 ASA.

A equipe alvinegra continuava atenta na partida e parecia não ter sentido mais um duro golpe, mesmo sendo prejudicado pela arbitragem. De tanto insistir, o alvinegro de Arapiraca chegou ao gol que diminuiu o placar.

GOOOOLLLL DO ASA! Aos 14 da etapa complementar, o meia Vitinha, um dos mais ofensivos do ASA, encheu o pé de fora da área, o goleiro Pedro Henrique do Goiás, bateu roupa e a bola sobrou para Alexsandro, que não perdoou e descontou para o time de Arapiraca. Goiás 2 x 1 ASA.

A curiosidade do gol alvinegro é que o autor do tento, o atacante Alexsandro, já estava pronto para ser substituído por Kaká. Logo após o reinício da partida, o atacante deixou o campo e foi parabenizado pelo banco de reservas.

O segundo tempo parecia mais franco do que o primeiro, com as duas equipes jogando e usando dos contra-golpes. O Goiás para ampliar o resultado e o ASA buscando o empate.

No entanto, o ASA era mais consistente nos seus ataques e já merecia chegar ao gol de empate. Mas, assim como todo o jogo, o time alvinegro foi castigado mais uma vez, com o Goiás conseguindo praticamente sacramentar o resultado.

GOOOOLLLL DO GOIÁS! Em jogada rápida de contra ataque, a defesa alvinegra mais uma vez cochila e deixa o atacante Guto receber, dominar e bater cruzado, sem chances para o goleiro Tutti. Goiás 3 x 1 ASA.

O resultado não mostrava o que era o jogo, uma vez, que o ASA se manteve equilibrado durante todo o jogo. Aos 42 minutos o alvinegro teve a sua última chance com o meia Raúl, que de fora da área mandou uma bomba, que explodiu na trave adversária.

GOOOOLLLL DO GOIÁS! Entregue no jogo, o ASA ainda sofreu o “golpe de misericórdia” do time do Goiás. Após cruzamento na área, a defesa cochilou novamente o atacante Guto subiu para marcar o terceiro dele e o quarto do Goiás na partida.

Aos 49 minutos o árbitro encerrou a partida, com vitória do Goiás por 4 a 1.

 

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro 2011 – Série B

Estádio Serra Dourada – Goiânia

Goiás 4 x 1 ASA.

Árbitro: Emerson Luis Sobral-PE
Auxiliares: João Sousa Neto-DF e Augusto de Oliveira Vaz-DF

Goiás: Pedro Henrique, Oziel(Valdir), Rafael Toloi, Ernando e Digão; Marcão, Marcelo Costa(Leandro), Amaral e Diniz(Robert); Guto e Felipe Amorim.

ASA: Tutti, Thiago Alves, Toninho e Leandro Cardoso; Sérgio Bueno(Chiquinho), Marcelo Costa, Galiardo(Vitinha), Didira, Raúl e Maurin; Alexsandro(Kaká).

Gols: Guto 7min 1ºT, 38 e 48 min 2ºT e Diniz 6min 2ºT(Goiás) – Alexsandro 14min 2ºT(ASA)

Cartões Amarelos : Guto(Goiás) – Leandro Cardoso e Galiardo(ASA)