Homem invade base do Samu e obriga equipe a realizar socorro de sobrinho acidentado

Foto: Jota Silva

Um comerciante do ramo de materiais de construções, identificado como Cícero Gustavo, está sendo acusado de invadir a base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), agredir verbalmente funcionários e danificar uma ambulância. O caso aconteceu na noite desta terça-feira (4), por volta das 21 h, na cidade de Inhapi.

Em contato com o Minuto Sertão, um auxiliar de enfermagem que preferiu anonimato relatou que um sobrinho de Cícero Gustavo tinha sofrido um acidente no sítio Aguadinha quando a base foi avisada do ocorrido através da central que havia recebido um chamado pelo número 192. Uma equipe de socorro teria se dirigido até o local indicado, mas ao chegar próximo, se deparou com o comerciante que já havia socorrido o parente em uma caminhonete de sua propriedade. “A nos ver, ele disse que nós não seríamos mais necessários e que o próprio buscaria ajuda em algum hospital da região.” Disse.

Leia esta matéria completa…