Condutores de Shineray precisam de Autorização para Dirigir?

É moda. É sensação. Muitos estão comprando, usando e se divertindo com a promessa de que agilidade e mobilidade atá ai com um preço acessível a todos.

SHINERAY é a atração do momento!

No trânsito, ela passa despercebida como uma motocicleta, mas gera polêmicas de causar grandes engarrafamentos. A mais nova extravagância dos sergipanos foi criada na China e chama-se Shineray. Para dirigi-la, muitos acreditam que o uso de capacetes e de habilitação não é necessário, fato negado pelo Departamento de trânsito de Bahia (DETRAN).

Segundo o diretor de operações do Detran, Aristóteles Fernandes, não há como explicar a falta de informação das pessoas a respeito do uso da Shineray. “Não sei de onde estão tirando essa idéia de que não precisa usar capacete nem habilitação. É claro que precisa. Todo condutor de veículo motorizado com duas, ou mais de duas rodas deve ter habilitação. Nesse caso, tal documento denomina-se autorização de condução”, diz Aristóteles.

Ele  explica ainda que tal autorização é fornecida ao condutor seguindo os mesmos procedimentos da carteira de habilitação tradicional. “O condutor passa por todos os exames e testes.

Não se pode colocar um veículo motorizado nas mãos de alguém que não tenha capacidade de conduzi-lo. É uma grande irresponsabilidade.

Além da AAC para o piloto, tanto ele quanto passageiro devem estar usando capacete com a viseira abaixada (ou com óculos de proteção, no caso do capacete ser aberto), calçados firmes e roupas que ofereçam uma proteção mínima ao corpo.