Vacina contra Covid-19 em Maceió: veja quem pode ser vacinado e o que fazer

Maceió finalizou a vacinação de idosos com 83 e 84 anos neste sábado (13). Pessoas com mais de 85 que não se vacinaram na campanha anterior ainda puderam se vacinar.

A Prefeitura de Maceió iniciou a vacinação contra a Covid-19 no dia 20 de janeiro. Os primeiros a serem vacinados foram os profissionais de saúde da linha de frente e idosos de instituições de longa permanência. Os idosos a partir de 85 anos que não moram em instituições foram imunizados de 28 de janeiro a 3 de fevereiro. No dia 9, o Município passou a vacinar os idosos com 83 e 84 anos. A vacinação para essa faixa etária foi finalizada no sábado (13).

A Secretaria Municipal de Saúde só vai definir qual grupo vai ser o próximo a tomar a vacina após fazer um balanço de doses.

No domingo (7), Alagoas recebeu mais 34.800 da vacina Coronavac. O governador Renan Filho anunciou que vai continuar vacinando os profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao coronavírus e idosos.

A CoronaVac é utilizada na vacinação dos idosos das instituições e profissionais de saúdes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Unidades de Referência em Síndrome Gripal, Rede de Frio, Pam Salgadinho e alas exclusivas para Covid-19 dos hospitais públicos, filantrópicos e privados. Esses profissionais são vacinados nos seus locais de trabalho.

No dia 19 de janeiro, Maceió recebeu 12.500 doses da CoronaVac. Ao todo foram contratados 700 profissionais que foram treinados para trabalhar durante o período de vacinação.

No dia 24 de janeiro, o governo de Alagoas recebeu 27.500 da vacina Oxford. Dessas, 6.800 doses foram enviadas para o município de Maceió e utilizadas para vacinar os idosos a partir de 85 anos que não moram em abrigos ou asilos. Para isso, a prefeitura colocou três pontos de vacinação em áreas distintas da cidade, sendo um deles no sistema drive-thru.

Os dois tipos de vacina são aplicados em duas doses. No caso da CoronaVac, o intervalo entre uma dose e outra é de 21 dias. Já para a vacina de Oxford, a segunda dose deve ser aplicada em até 12 semanas após a primeira.

Cadastro de idosos acamados

O cadastramento de idosos acamados começou a funcionar na quinta-feira (28) pelo número 3312-5589 ou pelo email acamados85mais@sms.maceio.al.gov.br.

O horário para agendamento é das 8h às 17h. Além de ser acamada, a pessoa que vai ser vacinada precisa ter 85 anos ou mais.

No cadastramento via email, é obrigatório preencher todas as informações solicitadas como nome completo, idade, data de nascimento, CPF, endereço completo com ponto de referência, contato e nome dos responsáveis.

A vacinação vai ser realizada na casa do idoso acamado.

Quem não deve se vacinar

Segundo a Prefeitura de Maceió, não devem se vacinar contra a Covid-19:

  • Pessoas com sintomas gripais ou que tiveram Covid-19 há menos de 30 dias. Também é necessário um intervalo de 14 dias para qualquer vacina que o usuário tenha recebido, como dT [difteria e tétano], Hepatite B, etc.
  • Pessoas em uso de corticosteroide há mais de 14 dias, em dosagem superior a 20 mg/dia, ou drogas imunossupressoras precisam aguardar o término do tratamento (de 30 a 90 dias a depender da droga) para receber qualquer vacina.
  • Já os pacientes com doença reumatológica imunomediada ou outras doenças em uso de corticosteroide contínuo diário precisam de avaliação do profissional que o acompanha para autorização da vacinação. Nestes casos, é necessário apresentar a prescrição médica.

Vacinação contra a Covid-19 em AL: perguntas e respostas

arcos Luiz, de 58 anos, foi o primeiro servidor público da rede de Saúde de Maceió que recebeu a vacina contra a Covid-19 — Foto: Polyanna Monteiro/Ascom SMS
arcos Luiz, de 58 anos, foi o primeiro servidor público da rede de Saúde de Maceió que recebeu a vacina contra a Covid-19 — Foto: Polyanna Monteiro/Ascom SMS

Fonte: G1 de Alagoas