Trecho 5 do Canal do Sertão vai levar mais desenvolvimento para municípios sertanejos

Estrutura das obras terá início em São José da Tapera, com recursos do Estado, e vai gerar mais de mil empregos para moradores da região

Mais de 200 mil alagoanos serão beneficiados com o trecho 5 do Canal do Sertão em Alagoas. Nesta quarta-feira (29), o governador Paulo Dantas e a secretária de Estado da Infraestrutura, Maria Gevan, assinaram a ordem de serviço para início das obras que terá sua estrutura localizada no município de São José da Tapera. O valor para essa etapa será de R$ 475 milhões, oriundos do Tesouro Estadual. Além de sua importância quanto ao abastecimento de água e processo de irrigação, as obras do Canal do Sertão, entre o km 123,5 e o km 150, também atuam de maneira direta na geração de renda. Só com o início desse trecho, serão gerados mais de mil empregos diretos e indiretos para os moradores de São José da Tapera, Monteirópolis e Olho D’água das Flores, o que promove desenvolvimento econômico para a região e adjacências. O trecho vai de São José da Tapera, passando por Olho D’água das Flores e terminando em Monteirópolis.

“A obra do Canal do Sertão no trecho 5 vai começar imediatamente. Essa obra que sempre foi conduzida com recursos federais, mas o atual governo federal abandonou. Uma obra que é fundamental para o desenvolvimento do Sertão e que tem o objetivo de levar água para as pessoas; de fomentar a economia com grandes projetos de irrigação, fortalecendo a pecuária e sobretudo a agricultura familiar. Então, enquanto o governo federal abandona, o Governo de Alagoas toma conta e leva as obras adiante, desse projeto que é um dos mais importantes do estado, pois fortalece o desenvolvimento regional aqui do Sertão”, disse o governador Paulo Dantas. 

Inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Canal do Sertão é a maior obra de infraestrutura hídrica de Alagoas e uma das maiores do Nordeste. Ele vai beneficiar 42 municípios e mais de um milhão de alagoanos, levando água para a população sertaneja, anualmente atingida pela seca; melhorando a qualidade de vida da população e desenvolvendo a economia regional, além de contribuir para a redução do êxodo rural no Sertão. Quando estiver concluído, o Canal do Sertão alcançará a marca de 250 km de extensão, ligando Delmiro Gouveia a Arapiraca.

Ainda nesta quarta-feira (29), o governador Paulo Dantas e a secretária de Infraestrutura, Maria Gevan, assinaram a ordem de serviço para a construção do perímetro de irrigação do Gavião, que fica localizado no município de São José da Tapera. O valor investido ultrapassa R$ 11 milhões, com recursos provenientes do Fecoep. “Uma obra que vai servir de modelo para o plano de desenvolvimento sustentável no Canal do Sertão. Tenho certeza que através do Gavião nós vamos poder gerar emprego, renda e desenvolvimento sobretudo para os agricultores familiares da região”, pontuou o governador Paulo Dantas. 

O perímetro irrigado do Gavião é um projeto desenvolvido pela Seinfra em parceria com as secretarias de Estado do Turismo e da Agricultura. Localizado entre o km 100,5 e o km 103,5 do Canal do Sertão, em São José da Tapera, o perímetro terá uma área irrigada de aproximadamente 250 hectares, tendo como principal objetivo contribuir para o desenvolvimento de pequenos produtores rurais da região. “Para Tapera é um marco. Essas obras tem mudado completamente a vida das pessoas e com esse novo projeto de irrigação é mudança de vida, de qualidade. Tapera tem crescido e o Canal do Sertão tem sido fundamental para o desenvolvimento do município”, ressaltou o prefeito de São José da Tapera, Jarbas Ricardo.

Os perímetros irrigados são encarados como uma estratégia geopolítica e econômica para a expansão da fronteira agrícola brasileira gerando o desenvolvimento do semiárido nordestino, sendo uma ponte direta na relação com entre o crescimento social, da saúde, e da economia em comunidades camponesas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.